LogoUT

Técnico em meio ambiente atua na transformação ambiental e social

Wed Dec 28 08:45:00 BRST 2016

Diferentemente do que se tende a pensar, o trabalho do técnico em Meio Ambiente não envolve somente a proteção da fauna e da flora. Com formação multidisciplinar, o profissional formado no curso, que é ofertado nas Unidades do CEFET-MG em Belo Horizonte e Curvelo, atua na união entre sustentabilidade e desenvolvimento buscando a transformação social e ambiental.

Segundo o referencial curricular nacional da Educação Profissional de Nível Técnico, editado pelo Ministério da Educação, a modernização tecnológica e gerencial, a abertura de mercados e a procura por produtos compatíveis com a preservação da biodiversidade devem colocar o profissional de meio ambiente, cada vez mais, como fundamental para empresas e indústrias. Dentro dessa perspectiva, a formação oferecida pelo CEFET-MG capacita com uma visão técnico-científica ampla e atualizada, nas bases e formas da gestão ambiental e do uso sustentável dos recursos naturais.

Durante o curso, são oferecidas disciplinas ligadas à Geografia e à Biologia, como ecologia, microbiologia, análise ambiental e conservação de solos, mas também envolve disciplinas voltadas para gestão, produção industrial e saneamento, química, planejamento e política e legislação ambiental. Em Curvelo, para atender as demandas regionais, foram incluídas na grade curricular disciplinas como topografia, sistemas de informações geográficas, agricultura e silvicultura, já que o município possui forte aptidão florestal e agropecuária.

A coordenadora em Belo Horizonte, professora Lívia Cristina Oliveira Lana, explica que “é importante que o candidato goste um pouco de tudo, se mantenha constantemente atualizado e que tenha uma visão holística desses conceitos no sentido de reconhecer que, apesar de diferentes, estão intimamente relacionados”, esclarece. O professor Fernando Vieira Rodrigues, que responde pela coordenação do curso em Curvelo, acrescenta que a formação “pretende fornecer elementos interdisciplinares, de forma a capacitar os estudantes a integrarem equipes multidisciplinares de trabalho e a buscarem uma perspectiva de abordagem das questões emergentes na promoção do desenvolvimento sustentável, principalmente nos âmbitos local e regional”.

Patrícia Roldão Xavier comprova, na prática, a explicação dada pelos coordenadores. Depois de um ano de estágio, foi contratada pela Tratho Ambiental. No dia a dia, cuida da triagem e do transporte de resíduos, além de ajudar nas orientações sobre segurança do trabalho e na emissão de documentos ambientais. “A minha formação no CEFET-MG contribuiu bastante para atender parte das minhas expectativas como uma profissional, mas pretendo desenvolver ainda mais na área, que é bem extensa”, vislumbra.

Ao concluir o curso, o técnico terá sólido conhecimento científico, tecnológico, prático e de gestão. Com uma postura pessoal pró-ativa, atuará no planejamento e administração, estabelecendo diretrizes, normas e limites para a ocupação atual e futura do ambiente, compatibilizando o desenvolvimento econômico com a conservação ambiental e a garantia da qualidade de vida.

Os formados podem optar pelo registro no Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA-MG) ou pelo Conselho Regional de Química (CRQ-MG), de acordo com a área que pretendem seguir.
 

Modalidades

Em Belo Horizonte, o curso é oferecido nas modalidades Integrada ao ensino médio e subsequente, para aqueles que já concluíram o ensino médio. E Curvelo na modalidade integrada. O curso é anual, tem duração de três anos e, durante o terceiro ano, o aluno poderá realizar o estágio obrigatório.

Outras informações sobre o curso estão disponíveis aqui.
 

Secretaria de Comunicação Social / CEFET-MG

  • imprimir
  • e-mail
  • Compartilhe:
  • 1774
  • Visualizações: