LogoUT

Técnico em Estradas: indispensável em serviços de infraestrutura

Fri Aug 26 14:11:00 BRT 2016

As construções de estradas, túneis, ferrovias, portos, aeroportos são fundamentais para a ampliação da infraestrutura, melhoria na qualidade de serviços prestados à sociedade e resolução de problemas de caráter econômico e social. Nesse sentido, para a execução das obras, há a demanda pelo profissional com formação técnica em Estradas.

O técnico pode participar ainda da execução de obras de construção e manutenção de rodovias, hidrovias, gasodutos, pontes, viadutos, canalizações, minerações, barragens, represas e hidrelétricas.

De acordo com o estudante, o CEFET-MG proporciona uma boa formação para um mercado que exige um profissional qualificado e que saiba lidar com as mudanças e as inovações dos processos. “A importância do técnico na engenharia de transportes é bem alta, são obras de grande porte, que estão ligadas ao desenvolvimento da infraestrutura do país, trabalhando geralmente para órgãos públicos que demandam técnicos que auxiliam na engenharia civil, de minas, agrimensura, ambiental”, destaca.

A ex-aluna de Estradas do CEFET-MG Mariana Moura agarrou as oportunidades e está se destacando na área. Ela cursou o técnico em Estradas na modalidade integrada de 2000 a 2002 e não parou mais de estudar. Cursou Engenharia Civil, realizou iniciação científica na área de Moderação de Tráfego e fez Mestrado em Transporte. Hoje trabalha na Tectran, empresa com 26 anos na área de Engenharia de Transportes. “Desde que fiz o curso no CEFET, não mais me afastei da área. Tirando o cenário atual de crise no país, geralmente há mercado para os profissionais e são diversas as áreas de atuação. Sobre a importância do profissional para sociedade, basta sair de casa para ver que ainda é preciso muito trabalho nesse setor”, destaca.

O CEFET-MG oferta o curso em três modalidades na Unidade Belo Horizonte: integrado, que tem a duração de três anos; subsequente, de dois anos; e concomitância externa, que é realizado em dois anos.

O curso se concentra nos estudos de planejamento, projeto, execução, gerenciamento e manutenção das vias terrestres, atendendo às necessidades técnicas da produção de bens e serviços. O técnico pode atuar em instituições públicas e privadas, empresas de construção e manutenção de vias terrestres, órgãos de fiscalização e manutenção de estradas e em laboratórios de controle tecnológico. Em específico, as empresas de consultoria e projetos, construtoras, empresas de topografia, empresas de locação de equipamentos pesados, mineradoras, geradoras e transmissores de energia, distribuidoras de energia e gás, empresas de manutenção e restauração de rodovias e ferrovias, usinas de asfalto, concessionárias rodoviárias e ferroviárias.

Para o coordenador do curso, professor André Henrique, o técnico vem suprir a deficiência no mercado, orientando a prática da engenharia e as técnicas utilizadas no cotidiano em sua área de atuação.  “O técnico em Estradas é um profissional importante quando o assunto é infraestrutura, sendo ele um tipo de profissional habilitado a propor novas soluções para o melhor bem-estar da sociedade”, ressalta.

 

Confira a apresentação do curso

 

Secretaria de Comunicação Social / CEFET-MG
 

  • imprimir
  • e-mail
  • Compartilhe:
  • 1636
  • Visualizações: