LogoUT
  • Inscrições abertas para graduações em Divinópolis e Leopoldina

    Inscrições abertas para graduações em Divinópolis e Leopoldina

    Candidato tem até 20 de janeiro para se inscrever nos novos cursos de Engenharia de Computação e Design de Moda, em Divinópolis; e para Engenharia de Computação, em Leopoldina

    A Comissão Permanente de Vestibular (Copeve) do CEFET-MG recebe inscrições para o processo seletivo de ingresso em dois novos cursos de graduação no campus Divinópolis, Engenharia de Computação e Design de Moda; e no campus Leopoldina, para o curso de Engenharia de Computação. As inscrições são gratuitas e terminam em 20 de janeiro de 2019.

    Serão ofertadas 36 vagas para cada curso em Divinópolis e 30 vagas para o curso de Leopoldina. Podem participar aqueles que concluíram o ensino médio ou equivalente e que realizaram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), edição 2018 ou 2017, obtendo nota mínima de 500 pontos na redação e 450 pontos em cada uma das demais provas.

    O campus Divinópolis do CEFET-MG foi criado em 1994 e hoje oferta também os cursos de graduação em Engenharia Mecatrônica e os cursos técnicos de Eletromecânica, Informática, Informática para Internet, Mecatrônica e Produção de Moda.

    O campus Leopoldina foi criado em 1987 e oferece os cursos de graduação em Engenharia da Controle e Automação e Engenharia de Computação, a pós-graduação Lato Sensu em Internet das Coisas (IoT) e os cursos de técnicos em Eletrotécnica, Eletromecânica, Informática e Mecânica.

     

    Saiba mais

    Inscrições no site da Copeve

    Conheça o campus Divinópolis

    Conheça o campus Leopoldina

    Redação - Secretaria de Comunicação Social / CEFET-MG
    Notícia editada em 28/12/2018

  • Capes aprova mestrado em Engenharia Mecânica do CEFET-MG

    Capes aprova mestrado em Engenharia Mecânica do CEFET-MG

    Curso terá início ainda em 2019 e consolida trajetória de tradição na área pela Instituição

    O CEFET-MG ganha em 2019 mais um programa de pós-graduação: o mestrado em Engenharia Mecânica, aprovado no final de 2018 pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). O curso será ofertado no campus II, continuando a tradição da área na Instituição.

    Segundo o diretor de Pesquisa e Pós-Graduação, professor Conrado Rodrigues, o Programa de Pós-Graduação em Engenharia Mecânica traz tanto um reconhecimento dos estudos já realizados, como uma possibilidade de inovação. “Vamos refletir na pós-graduação o que já temos com o curso técnico em Mecânica e a graduação em Engenharia Mecânica, ao mesmo tempo que temos a perspectiva de fortalecer inovações importantes nos outros níveis de ensino”.

    Sobre a tradição já existente, Conrado Rodrigues lembra que a Mecânica é uma das áreas mais antigas do CEFET-MG, mas que seu campo, muito versátil e amplo, ainda não era plenamente contemplado na pós-graduação. “A Engenharia Mecânica é, por natureza, um ramo bastante amplo. O engenheiro mecânico atua em áreas completamente diferentes – desde a aeronáutica até a chamada mecânica mole, que lida com fluidos, óleos, redes de geração”, explica. O diretor conta que o Programa de Pós-Graduação em Engenharia da Energia, em funcionamento desde 2008, atende parte das demandas da área e conta com a atuação de professores de Engenharia Mecânica, mas não dá conta do todo. “Com a aprovação do novo curso, agregamos a área de processamento, que fortalece um ramo que precisamos desenvolver mais no CEFET-MG, em todos os níveis, como, por exemplo, em pesquisas sobre manufatura avançada”, afirma Conrado. O mestrado, então, segundo o professor, poderá trazer uma modernização para o técnico e a graduação.

    Na ficha de avaliação, a Capes destaca os investimentos que a Instituição vem realizando para abertura e manutenção de seus programas de pós-graduação e mostra os diferenciais do curso do CEFET-MG frente a outras instituições. Segundo Conrado Rodrigues, a Engenharia Mecânica é um campo consolidado e que, portanto, já apresenta certa saturação. “A Capes não aprova novos cursos com vieses semelhantes a cursos já em funcionamento na região”, explica. “Nossa proposta, então, seguramente traz inovações importantes”. Entre elas estão a área que o programa pretende atender (Energia e Processos Mecânicos) e suas linhas de pesquisa (Eficiência Energética e Eficiência em Sistemas e Processos Mecânicos).
     

    Redação – Secretaria de Comunicação Social / CEFET-MG

     

  • CEFET-MG tem dez projetos selecionados para a próxima edição da Febrace

    CEFET-MG tem dez projetos selecionados para a próxima edição da Febrace

    Feira é organizada pela Universidade de São Paulo e acontecerá de 19 a 21 de março

     

    Trabalhos de alunos e professores do CEFET-MG serão apresentados na Mostra de Projetos finalistas da 17º Feira Brasileira de Ciências e Engenharia (Febrace), organizada pela Universidade de São Paulo (USP). Ao todo, 24 trabalhos de instituições de Minas Gerais foram aprovados, sendo dez do CEFET-MG que serão expostos nos dias 19, 20 e 21 de março. Os projetos contemplam diversas temáticas em diferentes áreas das ciências e engenharia desenvolvidos nos campi Belo Horizonte, Curvelo, Divinópolis, Leopoldina e Timóteo.

    Os trabalhos “Blindl-e: um leitor braille de texto” e “O uso da realidade aumentada no ensino experimental de Química” foram apresentados também na Mostra Específica de Trabalhos e Aplicações (META) 2018, organizada pelo CEFET-MG.

    Já os trabalhos “Avaliação do potencial antioxidante do extrato aquoso, alcoólico e hidroalcoólico de eugenia dysenterica, planta nativa do cerrado conhecida popularmente como cagaita” e “Interferência da maquiagem e acessórios no reconhecimento facial” foram apresentados na Semana de Ciência e Tecnologia 2018, evento realizado pela Instituição.

    A Febrace, realizada desde 2003, é um movimento nacional de estímulo ao jovem cientista e tem papel social no incentivo à criatividade e à reflexão de estudantes da educação básica, por meio do desenvolvimento de projetos com fundamento científico.

    Projetos do CEFET-MG selecionados

    A MULHER E O MERCADO DE TRABALHO: ELAS NA CONSTRUÇÃO CIVIL
    Jessica Luana de Oliveira Brandão, Maria Paula Damasceno Sabino, Sara Xavier Alcântara, Rosana Aparecida Ferreira Nunes (Orientador) - Campus Timóteo

    AVALIAÇÃO DO POTENCIAL ANTIOXIDANTE DO EXTRATO AQUOSO, ALCOÓLICO E HIDROALCOÓLICO DE EUGENIA DYSENTERICA, PLANTA NATIVA DO CERRADO CONHECIDA POPULARMENTE COMO CAGAITA
    Ingrid Nayara Veríssimo Tameirão, Eduarda Gontijo Gonzaga, Bruno da Cruz Padua (Orientador), Aniel da Costa Lima (Coorientador) - Campus Curvelo

    BLINDL-E: UM LEITOR BRAILLE DE TEXTO
    Victor Hugo Faria Dias Magalhães, Gabriel Nagem Volpini, Monaline Aparecida Fernandes Chaves, Rosiane Resende Leite (Orientador) – Campus Belo Horizonte

    CONFEITARIA DE PRECISÃO UTILIZANDO IMPRESSORA 3D DE CHOCOLATE
    Carolina Kuroda Silveira, Danilo Garcia Mariano, Caio Cesar Alves Vieira, Ronan Drummond de Figueiredo Rossi (Orientador), Enderson Neves Cruz (Coorientador) – campus Belo Horizonte

    FERRAMENTA PARA IDENTIFICAÇÃO E CLASSIFICAÇÃO DE FAKE NEWS NA WEB
    Antony Leme Novais Ferreira, Davi Guerra do Nascimento, Samuel da Costa Alves Basilio (Orientador), João Gabriel Rocha Silva (Coorientador) - Campus Leopoldina

    INTERFERÊNCIA DA MAQUIAGEM E ACESSÓRIOS NO RECONHECIMENTO FACIAL
    Ana Luisa Martins Brum, Mariana Chaves de Oliveira, Alexandre Oliveira de Almeida, Enderson Neves Cruz (Orientador), Danielle Mendonça Okamoto (Coorientador) - Campus Belo Horizonte

    O USO DA REALIDADE AUMENTADA NO ENSINO EXPERIMENTAL DE QUÍMICA

    Gabriel Scotá Arruda, Gabriel Moronari Domingues da Silva, Odilon Corrêa da Silva (Orientador), Carlos Eduardo Oliveira Andrade (Coorientador) - Campus Timóteo

    SISTEMA WEB PARA GESTÃO DE EVENTOS ACADÊMICOS COM PUBLICAÇÃO DE CONTEÚDO MULTIMÍDIA EM PERIÓDICOS
    Stéfani Carolina Diniz, Vitória Alves Campos, Maria de Lourdes Couto Nogueira (Orientador), Luís Augusto Mattos Mendes (Coorientador) - Campus Divinópolis

    SOFTWARE PARA DIAGNÓSTICO DA DENGUE, ZICA E CHIKUNGUNYA: INFORMAÇÕES, SINTOMATOLOGIA E EPIDEMIOLOGIA
    Gabriel Ferreira Pereira, Douglas Rubim Sabino, Juliana Neves Barbosa (Orientador) - Campus Leopoldina

    TIPCE - TAPETE INTERATIVO PARA CRIANÇAS ESPECIAIS
    Mariana Mulelos Reis Soares, Bianca Silva Duraes, Gabriela Martins Reis, Renato Zanetti (Orientador), Alexandre Rodrigues Faria (Coorientador) - Campus Belo Horizonte

     

     

    Redação - Secretaria de Comunicação Social/ CEFET-MG
     



Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit. Nam cursus. Morbi ut mi. Nullam enim leo, egestas id, condimentum at, laoreet mattis, massa.

Enquete

Durante sua formação escolar, quais atividades, além do ensino propriamente, você prioriza:

Habilite Cookies no seu navegador!
  •  atividades de pesquisa, como feiras, congressos, grupos de pesquisa etc.
  •  atividades extensionistas que proporcionem contato direto com a comunidade.
  •  atividades culturais e/ou extracurriculares.
  •  atividades profissionais e de estágio.
  •  somente o estudo; procuro não me envolver em outras atividades.

Favor escolher uma resposta

Voto efetuado com sucesso

Favor escolher uma resposta